Melhor Música Nova | Harry Styles - Sign of the Times

Melhor Música Nova | Harry Styles - Sign of the Times

A primeira música do terceiro integrante do One Direction a lançar algo solo reforça cada vez mais as diferenças entre cada um. 

No começo de 2016, Zayn alcançou o primeiro lugar da Billboard com sua faixa de estréia, "Pillowtalk", um R&B ao estilo The Weeknd falando sobre as lutas de um relacionamento. Nial lançou "This Town", uma simples canção de amor com um violão ao fundo que teve menos sucesso, parando na vigésima posição. Agora Styles faz com "Sign of the Times" uma amostra de seus talentos vocais que nos apresenta influências um pouco mais ousadas do que as presentes nos trabalhos com o One Direction, trazendo referências provindas do pop e do rock dos anos 70 e 90, além da presença forte da verdade artística dos produtores.

Com 5 minutos e 41 segundos, duração no mínimo inesperada para o single de estréia de um artista pop como Styles, no primeiro verso fica clara a proposta da faixa: uma balada com piano, dando destaque aos vocais do cantor. Apesar da presença de apenas três acordes, há uma construção melódica consistente e a produção é espetacular. Jeff Bhasker dá uma aula de produção nesse trabalho. Ao unir a excelente performance vocal de Styles, uma boa composição musical e instrumentalização precisamente eficaz, dá à música o andamento necessário para que a repetitividade da canção passe o mais despercebida possível.

O único aspecto realmente negativo em "Sign of the Times" é, exatamente, a repetição. Repetição que é culpa dos constantes três acordes; culpa da letra que, apesar de razoavelmente satisfatória para o ex-directioner, parece não ter tido permissão para ser tão política quanto gostaria de ter sido (a entrega emocional nos vocais de Harry passa a sensação de que ele poderia ter sido mais ousado, politicamente, na letra, ideia que a gravadora deve ter reprovado para um primeiro single); culpa da longa duração. No entanto, se eu tivesse que trocar essa faixa por uma versão mais curta dela, sem o crescimento das guitarras e da percussão ao longo da música e sem o final grandioso com o coral, as cordas e a entrega de Styles, eu não trocaria.

"Sign of the Times" é surpreendentemente boa para uma das crias do One Direction. Tem um pé em Elton John e David Bowie, um vislumbre de Oasis, tem um pouco de Adele, Coldplay, e um falsetto que remete à Lana Del Rey, pelo uso do mesmo harmonizer característico do trabalho da trinca de produtores envolvida. Uma canção que despertou minha curiosidade pelo que virá a seguir sob a alcunha de Harry Styles.

Pode ter sido um puta trailer pra um filme ruim. Mas eu, sinceramente, espero que não.

Melhor Música Nova | Kendrick Lamar - FEAR.

Melhor Música Nova | Kendrick Lamar - FEAR.

Melhor Música Nova | Kendrick Lamar - HUMBLE.

Melhor Música Nova | Kendrick Lamar - HUMBLE.