Oscar 2018 | Os possíveis vencedores da 90ª edição da premiação

Oscar 2018 | Os possíveis vencedores da 90ª edição da premiação

Estamos naquela época do ano, onde todos os apaixonados por cinema se unem para defender, criticar ou esnobar a principal premiação do mundo do entretenimento. Ano após ano a quantidade de pessoas que consideram os "filmes de Oscar" chatos cresce em uma proporção gigantesca, mesmo não tendo assistido à todos enquanto os "cults" se deliciam com o festival de filmes de qualidade lançados durante a temporada de premiações. É a nonagésima cerimônia de entrega do Oscar e, como todo o ano, uma guerra de opiniões e previsões. 

Ao invés de adentrarmos o polêmico tópico - o que faremos em outra postagem - decidimos deixar aqui as nossas previsões para a noite de gala do cinema, que apesar de não contar com grandes nomes e histórias (já faz dois anos desde que DiCaprio ganhou seu Oscar!!), se manteve firme nas mudanças aplicadas, valorizando a diversidade sem parecer forçado. 

O formato das previsões será diferente, ao invés de listarmos cada categoria e quem deve levar vamos falar diretamente dos filmes que devem ser premiados, porque e se merecem o Oscar que provavelmente vão receber. 

Planeta dos Macacos: A Guerra

spl.jpg

Leva: Melhores Efeitos Visuais

Leia a crítica

Não foi dessa vez que Andy Serkis revolucionou a premiação com uma indicação à melhor ator por um personagem criado por captura de movimento. Talvez como um sinal de respeito por seu grande trabalho como Caesar (e Gollum, e Snoke, e o King Kong) a estatueta irá para o filme de Matt Reaves. "Star Wars" e "Guardiões da Galáxia" seriam apostas difíceis, sendo que nenhum filme da Marvel, nem "O Despertar da Força" ou "Rogue One" ganharam o prêmio, "Blade Runner" é sensacional, mas tem efeitos de menos e "Kong: A Ilha da Caveira" está preenchendo espaço. 

Dunkirk

Leva: Edição, Edição de Som, Mixagem de Som

Leia a Crítica

O espetáculo visual de Nolan perdeu fôlego desde seu lançamento, no meio de 2017, mas fica difícil imaginar um filme de guerra desta magnitude saindo de mãos abanando. "Baby Driver" é o principal adversário e "The Last Jedi" corre por fora, mas ambos são blockbusters em primeiro lugar, enquanto "Dunkirk" é o típico filme que a Academia ama premiar. 

Trama Fantasma

spl.jpg

Leva: Figurino

Leia a crítica

Um filme de Paul Thomas Anderson e Daniel Day-Lewis, sobre o mundo da moda nos anos 50, foi praticamente feito para ganhar o prêmio. Qualquer outro que ganhe será tanto uma surpresa como uma injustiça. 

Blade Runner 2049

spl.jpg

Leva: Cinematografia

Deveria levar: Melhor Filme, Diretor, Roteiro...

Leia a crítica

O filme mais esnobado do ano, tanto pela Academia como pelo público, "Blade Runner 2049" é uma das melhores ficções científicas de todos os tempos e tem mais potencial para se tornar um clássico (o que já é) do que qualquer outro filme lançado em 2017. Entretanto, mesmo com o gênero sendo extremamente antigo, continua sendo um dos mais injustiçados do Oscar, talvez apenas atrás do terror. De qualquer forma, o trabalho de Roger Deakins é excepcional aqui, é uma categoria praticamente imprevisível, mas o nível de excelência e dificuldade da cinematografia de "Blade Runner 2049" é consideravelmente maior que qualquer outro dos candidatos. 

Viva: A Vida é Uma Festa

spl.jpg

Leva: Melhor Animação, Canção Original

Os dois prêmios mais seguros deste ano, "Coco" é mais uma obra de arte da Pixar. 

The Square

spl.jpg

Leva: Melhor Filme Estrangeiro 

Dirigido pelo sueco Ruben Östlund, "The Square" tem forte concorrência do espanhol "Una Mujer Fantástica", mas o tema pouco conservador do filme de Sebastián Lelio não deve agradar os membros ancestrais da Academia. 

Eu, Tonya

spl.jpg

Leva: Melhor Atriz Coadjuvante

Leia a crítica

O filme de Craig Gillespie sobre a patinadora Tonya Harding traz a melhor atuação de Margot Robbie, mas é a mãe da patinadora mais odiada do mundo que rouba a cena. Allison Janney enfrenta forte competição de Lauren Metcalf ("Lady Bird"), mas ganhou os principais prêmios termômetros do Oscar e tem tudo para levar a estatueta. 

Me Chame Pelo Seu Nome

spl.jpg

Leva: Melhor Roteiro Adaptado

Leia a crítica

O filme mais bonito do ano deve ter neste seu único prêmio. Apesar de filmes com romances homossexuais serem recorrentes na Academia, apostar em qualquer outra vitória seria complicado, mas o filme escrito por James Ivory é o único dentre os concorrentes a ser indicado a Melhor Filme, o que torna praticamente impossível perder esta.

Corra!

spl.jpg

Leva: Melhor Roteiro Original

Leia a crítica

Esse Oscar deveria estar garantido. "Três Anúncios Para um Crime" e "A Forma da Água" têm excelentes e criativos roteiros, mas nem de perto tem o valor de imprevisibilidade do filme de Jordan Peele. Ver o diretor levando a estatueta seria sensacional e apenas o fato de o longa ter chegado até aqui mesmo sendo lançado no início de 2017 é um sinal de mudança, mesmo com as recentes polêmicas sobre membros mais antigos da Academia não querendo nem ao menos assistir ao filme. É uma aposta complicada, justamente por conta disso, mas decidimos acreditar que o mundo é um lugar melhor hoje do que ontem. 

O Destino de uma Nação

spl.jpg

Leva: Melhor Ator, Maquiagem

Gary Oldman está tão bem em "O Destino de uma Nação" que nem mesmo o último trabalho de Daniel Day-Lewis parece capaz de destroná-lo. Com o auxílio de uma transformação proporcionada pela equipe de maquiagem, o ator deve levar seu primeiro prêmio. Talvez também uma forma de a Academia forçar Lewis para um retorno? 

A Forma da Água

spl.jpg

Leva: Design de Produção, Trilha Sonora, Diretor

Leia a crítica

Mesmo não sendo o melhor ou mais original trabalho de Guillermo del Toro, é o caso claro de um diretor premiado pelo conjunto da obra. Não se deve tirar o crédito de "A Forma da Água", uma linda e inventiva história de amor, feita com todo o detalhismo comum do diretor e orquestrada da melhor forma por ele. É uma pena não apostar em Sally Hawkins, que de forma quase mágica interpreta da forma mais convincente possível uma faxineira muda, mas isso de forma alguma diminui a qualidade e impacto de sua interpretação. "A Forma da Água" deve viver por um bom tempo. 

Três Anúncios Para um Crime

Leva: Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz, Melhor Filme

Leia a crítica

Esqueçam o terrível título nacional, "Three Billboards Outside Ebbing, Missouri" não tem nenhuma intenção de se poupar no que quer dizer. De longe o filme mais pesado e impactante dentre os indicados, o longa escrito e dirigido por Martin McDonagh tem a cara do Oscar sem ser feito essencialmente sob seus moldes. É subjetivamente brutal demais e trabalha assuntos pesados e difíceis de se digerir, mas a excelência em todos os seus aspectos deve coroar este como o grande vencedor da noite. 

Sam Rockwell está numa corrida solo para o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, pois mesmo que Willem Dafoe e Richard Jenkins estejam excepcionais em "Projeto Flórida" e "A Forma da Água", nenhum deles passa por um arco tão importante como o de Rockwell, que também levou o Screen Actors Guild Awards e o Bafta por sua performance. Mas este filme é de uma pessoa, que de forma avassaladora deixa uma das categorias mais fortes dos últimos anos com apenas uma resposta possível; Frances McDormand te ganha no primeiro olhar. 

"Three Billboards" enfrenta forte competição de "A Forma da Água", que para muitos é o favorito sendo que McDonagh não foi indicado a Melhor Diretor ("Argo" em 2012 foi o último filme a ganhar sem a indicação), mas decidimos apostar no melhor filme dentre todos os indicados. 


A nonagésima cerimônia de entrega do Oscar ocorre neste domingo (4), no Dolby Theatre em Los Angeles tendo como host, pelo segundo ano seguido, Jimmy Kimmel. Estas são as nossas previsões, quais as de vocês? 

Marvel | Do Pior ao Melhor

Marvel | Do Pior ao Melhor

"Pantera Negra: o Álbum" já tem 3 singles - ouça

"Pantera Negra: o Álbum" já tem 3 singles - ouça