Quem Leva | Oscar de Melhor Ator Coadjuvante

Quem Leva | Oscar de Melhor Ator Coadjuvante

Uma das perguntas anuais sobre ambos os Oscar de Atores Coadjuvantes é se seus indicados são, de fato, coadjuvantes. Pelo menos dois ou trê da leva de 2018 dividem muito tempo de tela com seus personagens “principais”, o que torna difícil entender o motivo de estarem em uma e não outra categoria.

Com os últimos dois vencedores disputando neste ano, há um claro favorito, talvez justamente por ele ter mais tempo de tela que seus concorrentes.

Os Concorrentes

Sam Rockwell | Vice

spl.jpg

Sam Rockwell trilhou um caminho interessante e de sucesso. Papéis que antigamente eram de comédias blockbusters, deixou de lado para se entregar e participar no mesmo gênero; porém abordando um tom político forte. Interpretando em “Vice” o presidente George W. Bush, fiel ao ritmo do filme. Traz o descaso, ignorância e uma certa ingenuidade em que o ex presidente tinha em relação ao governo e seus subordinados. Completando com isso, está extremamente similar fisicamente e nos trejeitos de Bush.

Vencedor do prêmio por “Três Anúncios Para Um Crime (2017)”.

Mahershala Ali | Green Book

spl.jpg

Completamente diferente de seu último grande papel, Mahershala mostra ao interpretar o músico Don Shirley que é um ator completo. Apesar de o filme em si atrair polêmicas em relação a família de Shirley, o ator desaparece dentro de um personagem cheio de trejeitos e manias, enquanto guarda para si uma dor agoniante de não saber seu lugar no mundo. Independente da veracidade dos fatos do filme, a interpretação de Mahershala levanta tantas questões humanas e sociais que é impossível não saudá-lo.

Vencedor da categoria em 2017, por “Moonlight”, se tornando o primeiro ator muçulmano a levar o prêmio.

Adam Driver | Infiltrado na Klan

spl.jpg

Conhecido por “Girls” e “Star Wars”, Adam Driver interpreta o policial Flip Zimmerman/Ron Stallworth. Sua atuação é sutil, claramente domina a habilidade do tom e timing necessários para atingir em cada cena. Merecendo a nomeação pela performance e talento, demonstrando sua ascensão na Hollywood mainstream.

Esta é a primeira indicação do ator.

Richard E. Grant | Você Poderia Me Perdoar?

spl.jpg

“Poderia Me Perdoar?” ficou ofuscado por filmes maiores, mas não por isso deixa de ser menos relevante. Richard E. Grant poderia levar esse Óscar para casa. Sua atuação é cativante e inteligentemente engraçada. O humor que ele capta é raro, e deve ser apreciado. 

Esta é a primeira indicação do ator.

Sam Elliot | Nasce Uma Estrela

spl.jpg

Sendo a inspiração para a voz adotada por Bradley Cooper, Elliot aparece pouco em “Nasce Uma Estrela”, mas faz seu impacto ser sentido. Sua imposição é real, mas é o pequeno momento de redenção que seu personagem experiencia que dá algo a mais para o trabalho do ator.

Esta é a primeira indicação do ator.


Quem Deveria Levar: Sam Elliot

A categoria é Melhor Ator Coadjuvante, ou melhor, Ator em Um Papel de Suporte, traduzindo literalmente do inglês e ninguém faz isso melhor do que Sam Elliot. Adam Driver é um dos mais talentosos jovens atores, mas ainda não deve ganhar seu primeiro Oscar em um filme que luta contra o racismo e seu colega negro fora esnobado. Sam Rockwell entrou pela hype absurda de “Vice” e não deve repetir. Richard E. Grant está maravilhoso e ver um ator menos badalado vencer seria excepcional. Porém, Elliot conseguiu em algumas poucas cenas provocar alguns dos momentos mais intensos em um filme recheado de emoções. É sua primeira indicação e, talvez, a última, já sendo um ator veterano, ele merece.


Quem Vai Levar: Mahershala Ali

Injusto não é, afinal, Mahershala dá mais um show e está insanamente oposto ao seu personagem quando ganhou em 2017, por “Moonlight”. A briga está no fato de que ele não é bem um Ator Coadjuvante, dividindo quase igualmente o tempo em tela com Viggo Mortensen e poderia estar na categoria principal. Ainda assim, ver um ator muçulmano ganhar duas vezes em três anos não é algo que deva lhe incomodar, principalmente quando ambas as vitórias vem em atuações magistrais. Essa, representando Don Shirley, é inclusive a melhor coisa de seu filme.

Quem Leva | Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante

Quem Leva | Oscar de Melhor Ator

Quem Leva | Oscar de Melhor Ator